Artigos

  1. Pragmática da investigação científica: Uma análise comportamental utilizando cadeias de Markov de primeira ordem. (juntamente com Cézar Mortari, Ivan Ferreira da Cunha e Jerzy A. Brzozowski). Cadernos de História e Filosofia da Ciência (Unicamp), série 4, vol. 1, n. 2, 2015, p. 243-262.
  2. Emergência sem níveisScientiae Studia (São Paulo), vol. 13, n. 4, 2015, p. 841–865.
  3. Realidades sociais, cognição e linguagemPrincipia (Florianópolis), vol. 18, n. 1, 2014, p. 25–52.
  4. Emergência e realismo perspectivista. Scientiae Studia (São Paulo), vol. 11, n. 3, 2013, p. 637–675.
  5. O poder cognitivo da metáfora. Educação e Cultura Contemporânea (Rio de Janeiro, ISSN: 1807-2194), vol. 8 (17), dez. 2011, pp. 1-24.
  6. Pragmática da investigação científica: Uma abordagem nomológica (juntamente com Cézar Mortari, Jerzy Brzozowski e Thiagus Batista). Scientiae Studia (USP), vol. 9 (1), 2011, pp. 167-187.
  7. Crença, regra e ação. Principia (NEL-UFSC), vol. 14 (2), 2010, pp. 279-308.
  8. Pragmática da investigação: modelos intencionais na investigação policial. Revista Brasileira de Ciências Policiais (ANP, Brasília, DF, Coord. Altos Estudos de Segurança Pública), vol. 1 (1), 2010, pp. 137-152.
  9. Models and the Semantic and Pragmatic Views of Theories. Principia (NEL-UFSC), vol. 12 (1), 2008, pp. 73-86.
  10. A Concepção Social da Investigação Científica segundo Thomas S. Kuhn. Revista Portuguesa de Filosofia, vol. 63, 2007, pp. 93-120.
  11. A Ciência e o Conhecimento Humano como Construção de Modelos. Philósophos, vol. 11 (2), 2006, pp. 271-310.
  12. Ação, Comportamento e Movimento. Manuscrito (CLE, Unicamp), vol. 29 (2), 2006, pp. 637-675.
  13. Modelos, Analogias e Metáforas na Investigação Científica. Filosofia Unisinos (S. Leopoldo), vol. 7, n. 2, 2006, pp. 126-143.
  14. Comportamento Intencional e Contextos Sociais: Uma Abordagem Nomológica. Abstracta (Rio de Janeiro), vol. 2, n. 2, 2006, pp. 102-128.
  15. How Serious is Our Ontological Commitment to Events as Individuals? Principia (NEL-UFSC), vol. 9 (1-2), 2005, pp. 43-71.
  16. Os Modelos e a Pragmática da Investigação . Scientiae Studia (USP), vol. 3 (2), 2005, 205-232.
  17. A Pragmatic View of Truth . Principia (NEL-UFSC), vol. 8 (2), 2004, pp. 259-277.
  18. Behaviorismo, Operacionalismo e a Ciência do Comportamento Científico. Philósophos, vol. 9 (2), 2004, pp. 179-206.
  19. Claude Bernard e o Determinismo Mental. Natureza Humana (PUC-SP), vol. 5 (2), 2003, pp. 351-391.
  20. Propositional Attitudes, Intentionality, and Lawful Behaviors. Principia (NEL-UFSC), vol. 7 (1-2), 2003, pp. 93-114.
  21. Claude Bernard e a Psicologia Experimental. Manuscrito (CLE, Unicamp), vol. XXVI (1), 2003, pp. 71-111.
  22. Quine e as Raízes Biológicas da Linguagem. Revista Portuguesa de Filosofia (Universidade Católica de Portugal), LVIII (1), 2002, pp. 139-160.
  23. O Estatuto Cognitivo dos Conceitos Psicológicos. Cadernos de História e Filosofia da Ciência(CLE/Unicamp), série 3, 11 (2), 2001, pp. 89-129.
  24. Ciência do Comportamento e Contextos de Investigação. Revista Patagónica de Filosofía (Fundación Bariloche), 2 (2), 2001, pp. 131-158.
  25. Réalisme et fictionalisme chez Claude Bernard. Dialogue (Canadian Philosophical Association, Canadá), XXXVIII (4), 1999, pp. 719-742.
  26. Normatividade e Investigação. Principia (NEL-UFSC), 3 (1), 1999, pp. 7-55.
  27. Naturalismo, Falibilismo e Ceticismo. Discurso (USP) nº 29, 1998, pp. 15-56.
  28. Salvar a Investigação. Manuscrito (CLE/Unicamp), XX (1), 1997, pp. 39-67.
  29. Ceticismo e Indução. Principia (NEL-UFSC), 1 (1), 1997, pp. 135-168.
  30. O Realismo Científico de Claude Bernard. Cadernos de História e Filosofia da Ciência (CLE/Unicamp), série 3, 6 (1), 1996, pp. 29-44.
  31. Ceticismo e Realismo Científico. Manuscrito (CLE/Unicamp), XIX (1), 1996, pp. 209-253.
  32. Neopirronismo na Filosofia da Ciência. Revista Latinoamericana de Filosofía (Buenos Aires), XXI (2), 1995, pp. 269-284. Reeditado em O Que Nos Faz Pensar (PUC-Rio), n. 12, 1997, pp. 91-105.
  33. A Possibilidade de Viver o Ceticismo. Revista de Ciências Humanas (CFH/UFSC), vol. 11, n° 15, 1994, pp. 69-84.
  34. A Crítica de Richard Boyd ao Empirismo e ao Construtivismo. Reflexão (Puccamp), n° 57, 1993, pp. 119-135.
  35. Van Fraassen e os Limites da Observabilidade. Cadernos de História e Filosofia da Ciência (CLE/Unicamp), série3, 3 (1/2), 1993, pp. 133-150.
  36. Ceticismo e Filosofia Construtiva. Manuscrito (CLE/Unicamp), XVI (1), 1993, pp. 37-62.
  37. Leis, Confirmação e Lógica Indutiva. Reflexão (Puccamp), n° 51/52, 1992, pp. 181-192.
  38. A Diferença entre as Filosofias de Carnap e Popper. Cadernos de História e Filosofia da Ciência(CLE/Unicamp), série 3, 1 (1), 1991, pp. 7-31.